Quem sou eu

Minha foto
Naturologista,Iridologo,Fitoterapeuta,Universidade em Pedagogia.Pró-Reitor da UniReiki Marituba/Pará - Reiki Master,Doutorado “Stricto Sensu” em Terapia Holística,Mestre Vitalício do ConReiki -CRK 10.280,Curso de Música em Educação Profissional,etc.Email- gilakel@hotmail.com /Tel:whats (91)988659079 PortabilidadeTIM/(91) 999946364 OI

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Industria Musical



O que é um Produtor Musical ?

A maioria das pessoas que encontro fora do mercado musical tem pouca noção do que um produtor musical faz exatamente. Mesmo dentro do mercado musical o nível de entendimento do que ele faz é bastante confuso.
Com freqüência o produtor musical é aquele que é escolhido e contratado por uma gravadora ou pelo próprio cantor (a) ou banda, para tomar decisão sobre onde seu cd será gravado, qual o melhor equipamento a ser utilizado para aquele gênero de música, inclusive administrando muita vezes, toda a papelada envolvida na gravação, ou seja, é aquele cara responsável pelos aspectos criativos e práticos de toda a etapa da gravação do cd, mediante uma remuneração.
É muito comum as pessoas confundirem a função do produtor musical, com a do empresário artístico, cuja sua função é investir no artista, fazer contato, mostrar para as gravadoras seu trabalho e vender o show dele. Ele pode inclusive, opinar qual o melhor produtor musical para gravar o cd.
Já o Produtor Executivo é alguém que ocupa uma posição de poder com a responsabilidade global pelo sucesso de um artista, pode ser o próprio empresário do artista que está investindo na carreira dele ou alguém do departamento da gravadora (A&R) ou o próprio Presidente da gravadora. Geralmente eles não acompanham de perto a gravação, mais eles podem ter participação na escolha do repertório e na mixagem do cd.
Co-Produtor em geral são ajudantes do produtor musical, inclui técnicos de gravação, músicos que trabalham em conjunto com o produtor musical, no qual acabam colaborando de forma genuína na gravação do cd.
Diretor Artístico é aquele que cuida da qualidade artística cultural do projeto; ele vai supervisionar a gravação do cd em conjunto com o produtor musical e paralelamente trabalhar em outras etapas do cd, como capa e a foto.
Diretor de Produção é aquele que fiscaliza e organiza a produção do cd é quem informa ao produtor executivo em que fase está à gravação do cd. Por determinação do produtor executivo, determina ao produtor musical em que condições serão feitas as gravações, prazo, orçamento etc.
Produtor de Eventos é aquele, que organiza e promove um determinado show ou um evento ou até mesmo um festival, geralmente está mais envolvido com o empresário do artista e patrocinadores para conseguir realizar o evento.
Gravadora é a empresa, responsável, em fazer o contrato, escolher o produtor musical para gravar o cd, fazer o marketing, dispor de departamento jurídico, distribuir e colocar o cd do artista no mercado.
Na pratica hoje em dia, salvo exceção das grandes gravadoras (major), elas não escolhem mais os produtores musicais, ficando a cargo do próprio cantor (a) ou da banda em investir e escolher o produtor musical que irá gravar o cd. Às vezes o cantor (a) ou banda procuram um empresário que esteja disposto a investir na carreira deles. Assim a função da gravadora ou selo, quando há interesse, fica responsável em linha geral, somente por alguma parte do marketing e distribuição do cd, para colocar nas gôndolas das lojas.
Diante dessa dura realidade, muitas bandas, sobretudo as famosas bandas independente, optam, em serem produtores musicais de si próprios, gravando seus cd's em estúdios caseiros, ainda que haja um certo sofrimento para isso. Utilizam a Internet para que possam mostrarem seus trabalhos para o mundo inteiro com mais rapidez e com maior possibilidade de lucro, vendendo seus cd's diretamente para o consumidor, com um preço mais baixo do que o praticado nas lojas.
Mesmo nesse cenário bastante dificil, alguns cantores (as) e bandas brasileiras surgiram diante dessa nova realidade e conseguiram se consolidar nesse ano de 2006, foram eles: "Cansei de Ser Sexy" de São Paulo, "La Pupuña" de Belém do Para, "Mombojo" de Pernambuco, "O Coletivo Paulista Instituto" de São Paulo, como também, o grupo "Turbo Trio" e a cantora paulistana "Céu".
Resta saber se alguns desses “novos” artistas daqui para frente permaneceram no mercado musical ou caíram no esquecimento, por ora apenas ouçam e façam suas apostas!
Alvaro Augusto - Produtor Cultural e Advogado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário